segunda-feira, 6 de julho de 2009

Te amo porque te amo


Os místicos e os apaixonados concordam que o amor não tem razões. E como uma flor, ele floresce porque floresce. Então, hoje, percebo que simplesmente te amo porque te amo.

Meu amor por você foge da lógica, foge das explicações dos dicionários. É simples, é puro e forte. E é inexplicável.

Não que não existam razões para te amar. Elas existem e sinto que são muitas. Mas seriam expressas em outra língua que é indecifrável e desconhecida.

Impossível não te amar.

‘Deixa o coração em flor se abrir’.


*
*
*
*
*

3 comentários:

Dani disse...

'Ainda encontro a lógica do amor..."

Duvido!

Cada um tem a sua...

Mas, um dos mestres da música nos dá uma aula de matemática, da matemática do amor:

Quando dois meios se encontram desaparece a fração
E se achamos a unidade
Está resolvida a questão

"Prá finalizar, vamos recordar
Que menos por menos dá mais amor
Se vão as paralelas
Ao infinito se encontrar
Por que demoram tanto os corações a se integrar?
Se infinitamente, incomensuravelmente,
Eu estou perdidamente apaixonado por você."

Tom Jobim!

Gostei do texto amiga!!

Gustavo Rigaud disse...

Tá jogando duro em garota !!

:)

bjão

carina disse...

Ahh o Amor...esse sentimento que ngm explica e só entende quem vive("vou te contar os olhos já não podem ver, coisas que só o caração poe entender"), sejam os tipos de amor que existem. Esse sentimento que move o mundo e faz as coisas moverem. Afinal, "o essencial pe invisível aos olhos"

Tá bem, mas o post não é sobre "o que o amor", e sim sobre as "sem razões do amor" como diz Drummond. Então, não posso deixar de citar Cídia e Dan, meus lindos..."Esse amor não tem palavras, nem explicação...mas não é preciso" É bem verdade que essa música parece ser egoista, mas cada amante considera único o seu amor, e é...então a música é para cada um e para todos. " Não tem explicação,não tem, não tem..."

Mai, tá lindooo!
Sabe que eu amo vir aqui! Mas está demorando de postar, viu??rs
Bjão!
Fica com Deus!
Até mais